Odontodicas Porque a saúde começa pela boca…

10 de agosto de 2008

Doenças da língua

Filed under: Doenças da Língua — Tags: — Dra. Socorro Azevedo @ 20:26

    A inspeção da língua é de grande interesse semiológico, devendo-se observar tamanho, forma, mobilidade, coloração, saburra, umidade, pápulas (língua lisa), simetria, etc.

    A língua é pois sede de inúmeras alterações e expressão de várias doenças distêmicas. O exame da língua visa o estudo das faces dorsal, ventral, base ou raiz, bordas e vértice ou ponta. Para efeito didático enumeramos os seguintes aspectos: (more…)

9 de agosto de 2008

Língua negra pilosa

Filed under: Doenças da Língua — Tags: — Dra. Socorro Azevedo @ 21:35

    Trata-se de um processo reativo resultante de vários fatores, entre eles radioterapia para câncer da cabeça ou pescoço, antibioticoterapia prolongada, má higiene oral e uso abusivo do fumo. A superfície da face dorsal da língua apresenta-se aveludada e negra, em conseqüência ao crescimento e alongamento das papilas filiformes e da colonização destas por bactérias cromatogênicas, que dão a coloração escura. A língua negra pilosa é, em geral, assintomática, podendo em alguns pacientes acarretar halitose, alteração de paladar e ânsia de vômito.

(more…)

Língua saburrosa

Filed under: Doenças da Língua — Tags: — Dra. Socorro Azevedo @ 21:30

    A língua saburrosa está presente nas doenças infecciosas agudas, onde a face dorsal apresenta-se muitas vezes recoberta por um induto branco ou acinzentado, constituído por células epiteliais de descamação, mucina, detritos alimentares, bactérias, que se acumulam entre as papilas filiformes hipertrofiadas.

    Constitui-se na maior causa bucal de halitose, e que não recebe dos profissionais a atenção que merece, porque a maioria ainda, hoje em dia, preocupa-se apenas com dentes e, às vezes, gengiva, ingnorando que toda boca é território que devemos obrigatoriamente conhecer. (more…)

Língua glossite rombóide mediana

Filed under: Doenças da Língua — Tags: — Dra. Socorro Azevedo @ 21:18

     Acredita-se que seja uma anomalia congênita da língua, provavelmente resultante da não soldadura das duas metades laterais, antes que o tubérculo médio se interponha entre elas. O resultado é a presença de uma zona sem papilas, de forma rombóide, localizada imediatamente adiante das papilas calciformes na linha média da língua, à frente do forâmen cego, formando, com freqüência, um aglomerado nodular de 4 a 5mm de altura, de consistência ligeiramente endurecida, lisa, de limites irregulares, indolor, que aumenta com a idade, até estacionar. Existe desde o nascimento, mas pode não ser clinicamente observada a não ser com o passar dos anos. (more…)

Língua geográfica ou glossite migratória benigna

Filed under: Doenças da Língua — Tags: — Dra. Socorro Azevedo @ 21:13

    A língua geográfica, também conhecida como eritema migratório e glossite migratória benigna, é uma condição de causa desconhecida. Numerosas teorias tentam relacionar esta doença ao estresse emocional e a infecção fúngicas e bacterianas. A língua geografíca também tem sido associada a várias condições diferentes, incluindo a psoríase, a dermatite seborréica, a síndrome de Reiter e, mais recentemente, a atopia. Em apoio desta última, tem sido observada uma diferença significativa entre a prevalência desta condição em pacientes atópicos portadores de asma intrínseca e renite, e sua prevalência em pacientes com reações negativas de testes cutâneos a vários alérgenos. Os antígenos HLA-B15 podem estar mais comumente associados com um paciente atópico e a língua geográfica.

    Esta afecção da língua, em especial de sua face dorsal, de causa desconhecida e possível padrão hereditário, acomete 1 a 2% da população, em qualquer idade e com predomínio nas mulheres. Caracteriza-se por várias placas eritematosas, despapiladas, circinadas, em geral indolores, com borda esbranquiçada e ligeiramente elevada. Enquanto as papilas fungiformes permanecem intactas e proeminentes, as filiformes se descamam. O aspecto migratório da afecção predomina, evidenciando placas eritematosas que desaparecem de um local da língua e reaparecem em outro . (more…)

Língua Fissurada

Filed under: Doenças da Língua — Tags: — Dra. Socorro Azevedo @ 21:05

    A língua fissurada (ou língua escrotal) apresenta fissuras longitudinais, transversais ou oblíquas em parte ou toda sua superfície dorsal. Trata-se de uma condição benigna.

    Detritos alimentares podem se alojar nessas fissuras, causando ou contribuindo para a inflamação e sensação de desconforto. Parece haver uma predisposição genética e há maior freqüência em indivíduos com síndrome de Down. É a anormalidade congênita mais frequente da língua, variando a sua incidência de 0,5 a 12% da população.

    Clinicamente, apresenta-se como pequenos sulcos ou pregas na face dorsal da que, frequentemente, se irradiam de um sulco central logitudinal mais profundo. O número, profundidade e dimensões dos sulcos variam muito, porém, são em geral simétricos. Em um grande número de casos, o paciente não se apercebe da alteração a não ser que, devido a trauma, infecção etc., o fato chame sua atenção e, não raro, ele atribui a estes fenômenos o seu aparecimento. (more…)

Candidíase

Filed under: Doenças da Língua — Dra. Socorro Azevedo @ 00:07

    Candidíase é um termo que inclui um grupo de condições mucosas e cutâneas com um agente etiológico comum do gênero CANDIDA de fungos. É a infecção micótica bucal mais comum, embora os índices de freqüência sejam difíceis de determinar por causa da prevalência do microrganismo causal numa grande proporção da população. A relação entre o comensalismo e a patogenicidade é complexa, baseada exclusivamente em fatores locais e sistêmicos, em outros. As manifestações bucais podem ser agudas ou crônicas, com diferentes graus de gravidade. Foram criados numerosos sistemas de classificação, indicando a complexidade desta condição, os muitos modos de apresentação clínica, e a inter-relação com fatores locais e sistêmicos. Além disso, foi relatada uma relação entre um subtipo conhecido como leucoplasia por CANDIDA e o carcinoma espinocelular. (more…)

8 de agosto de 2008

Língua Pilosa

Filed under: Doenças da Língua — Tags: — Dra. Socorro Azevedo @ 22:04

Etiologia

    O termo “língua pilosa branca” é inespecífico, clinicamente descritivo, referente a uma condiçao que ocorre na superfície dorsal da língua. Embora a língua pilosa seja geralmente idiopática, existem numerosos fatores predisponentes. O uso de antibióticos de largo aspectro, como a penicilinas e os corticosteróides sistêmicos, é identificado frequentemente na história dos portadores desta condição. Além disso, o uso de bochechos oxigenantes e compostos contendo peróxido de hidrogênio, perborato de sódio, e peróxido de carbamida tem sido citado como possível fator contribuinte desta condição.

    A língua pilosa também pode ser encontrada em fumantes inverterados e nas pessoas que foram submetidas a radioterapia de lesões malígnas da cabeça e da região cervical. Acredita-se que o fator básico esteja relacionado com a alteração da flora microbiana acompanhada do crescimento excessivo de fungos e bactérias cromogênicas. (more…)

Powered by WordPress