Triglicerídeos

    Os triglicerídeos (ou triglicérides) são a principal gordura originária da alimentação, mas podem ser sintetizados pelo organismo. Altos níveis de triglicerídeos (acima de 200) associam-se à maior ocorrência de doença coronariana, muito embora altos níveis de triglicerídeos costumem acompanhar-se de baixos níveis de HDL, sendo, portanto difícil apontar o verdadeiro “vilão”: se o triglicerídeo alto ou se o HDL baixo…

    A ingestão de gordura, doces e álcool pode elevar os triglicerídeos, razão pela qual deve-se medir sua concentração no sangue após 12 horas de jejum. Triglicerídeos muito altos, acima de 400-500, podem causar inflamação do pâncreas (pancreatite) e devem, pois, ser tratados agressivamente com dieta e drogas.

Esse distúrbio caracteriza-se pelo aumento das taxas sangüíneas de triglicérides, o que pode formar placas de gordura que se acumulam nas paredes das artérias, dificultando a circulação. Comumente está associado a um aumento das taxas de colesterol sangüíneo.

Segue abaixo uma orientação dietética!

Alimentos proibidos:

  • Açúcar, mel, doces, sorvetes, gelatinas;
  • Pudim, compotas, frutas secas e cristalizadas;
  • Roscas, tortas, balas, biscoitos, chocolates;
  • Massas como: lasanha, caneloni, ravioli;
  • Pizzas;
  • Farinhas ( mandioca, milho, trigo, aveia);
  • Refrigerantes;
  • Bebidas alcóolicas.

Alimentos a evitar:

  • Bolachas de água e sal, de água e torradas;
  • Batata, mandioca, beterraba, arroz, macarrão, milho verde;
  • Feijão, ervilha, soja, lentilha, vagem.

Alimentos permitidos:

  • Leite desnatado, café, chá, suco de frutas;
  • Queijos;
  • Carnes magras;
  • Óleo vegetal em pouca quantidade;
  • Frutas;
  • Verduras e legumes.

Recomendações:

  • Utilizar adoçante no lugar do açúcar;
  • Praticar exercícios físicos regularmente.

Esta orientação nutricional não substitui a necessidade de acompanhamento médico.

Dra. Socorro Azevedo

Dra. Socorro Azevedo formada em odontologia pela Universidade Federal da Paraíba. Atua na área de odontopediatria e clinico geral.

60 comentários em “Triglicerídeos

  1. olá!!! O meu nivel de trigliceridos é 21 mg/dl penso q está baixo. Corro algum risco?
    se corro o que posso fazer para alterar isso? obrigado 😉

  2. olá tenho triglicérides alto 820 meu pai faleceu de pancreas sou magro tenho 29 anos faço dieta e tomo remédios e exercicios quando possivel o que fazer pois já trato a 5 anos gostaria de receber alguma instrução pois já não sei o que fazer.

  3. Ola gostei do site, mas tenho muitas duvidas. Na semana passada senti-me mal, ao ponto de ir parar ao hospital com crises hipertensivas.Quando tive alta fui ao médico de familia e passou-me muitos exames para saber donde vinha as minhas crises, fiz analises da qual resultou o colesterol alto 220 e os triglicerideos tambem bem altos uma coisa que nunca tinha tido. Gostaria saber o que fazer e qual será alimentação que devo fazer. Eu aumentei muito de peso, em seis meses meti sete quilos e estou muito gorda, tenho 1.62m e agora 67 quilos. Ajude-me Obrigrada

  4. estou com o nivel de triglicerideos pouco alto, gostaria de saber o que nao devo comer para que os valores se normalizem.

  5. a minha pergunta é a mesma da rosemary cardoso e a do pedro paulo. só que meu triglicerideos em Dezembro era 401 . Já emagreci 7 kg. A perda de peso ajudará na diminuição da taxa de triglicerídeos. faço caminhada e dieta. a unica gordura que estou consumindo e azeite, e também estou comendo pão integral.

  6. Boa noite, andei passando muito mal da pressao alta, tenho 37 anos e ate entao nao tinha problema de pressao, nos meus resultados de exames constatou que o nivel do Triglicerides esta em 474.
    qual e a probalidade de eu pegar uam pancreatite.

    estou muito preocupado, ja comecei fazer dieta e estou aguardando outros resultados de exames para o medico passar a dieta certa e a medição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *